Agente da PRF suspeito de matar jovem é solto: ‘acertou 10 tiros no carro’, diz tia

O agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF), apontado como responsável pelo disparo fatal que resultou na morte da estudante de enfermagem Anne Caroline Nascimento Silva, de 23 anos, não permaneceu detido por um período de 24 horas. Após passar por uma audiência de custódia, o policial foi liberado no domingo (18), menos de um dia após os disparos terem ocorrido contra o veículo no qual Anne estava com seu marido, na rodovia Washington Luiz (BR-040), próximo ao Parque das Missões, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

O policial, que se encontra afastado temporariamente das atividades operacionais, alegou ter efetuado os disparos porque o veículo não parou, porém essa versão é contestada pela família da vítima. Uma tia de Anne relatou ao G1 que o marido dela havia parado o veículo, mas os policiais efetuaram pelo menos dez disparos.



Recomendamos