Mulher se entrega à polícia e confessa ter esfaqueado companheiro

No dia 2 de junho de 2019, a tranquila cidade de Joanópolis, no interior de São Paulo, foi abalada por um trágico incidente que resultou na morte de um homem após ser esfaqueado por sua companheira em uma conveniência de posto de combustível. Esse caso chocante levantou uma série de questões sobre violência doméstica, legítima defesa e o papel das autoridades na investigação desses eventos.

A mulher, de 40 anos, se entregou à polícia após imagens do circuito de segurança da loja de conveniência revelarem a cena em que ela, com uma faca em punho, perseguia o companheiro. Essa imagem deixou claro que ela estava envolvida no incidente, e seu posterior depoimento confirmou sua participação no esfaqueamento. No entanto, ela justificou suas ações como uma resposta às agressões físicas que sofreu por parte do marido.



Recomendamos