Amigo de médicos baleados na Barra pagou a conta e deixou mesa 20 minutos antes da chegada dos criminosos

Novas imagens do quiosque na Barra da Tijuca, onde médicos foram tragicamente assassinados durante a madrugada de quinta-feira (5), revelam que um amigo das vítimas conseguiu evitar os criminosos por cerca de 20 minutos. Ele compartilhou uma refeição com o grupo, mas pagou sua conta e saiu do local pouco antes da chegada dos assassinos. Essas imagens foram adquiridas pelo programa Fantástico.

Os médicos estavam no Rio de Janeiro para participar de um congresso. As autoridades policiais suspeitam que eles tenham sido mortos por engano, por traficantes que confundiram um dos médicos com um miliciano. Infelizmente, o médico Perseu Ribeiro Almeida faleceu no local, após ser confundido com o miliciano Taillon de Alcântara Pereira Barbosa.



Recomendamos