“Um não conseguia viver sem o outro”, diz familiar em enterro de pai e filho

Durante o enterro do pai e do filho, um familiar afirmou emocionado: ‘Eles eram inseparáveis, um não conseguia viver sem o outro’. Em meio a homenagens e aplausos, os restos mortais do pecuarista Garon Maia e de seu filho foram sepultados na manhã desta terça-feira.

Na manhã desta terça-feira (1º), o Cemitério Parque das Primaveras, em Campo Grande, foi palco do emocionante sepultamento do pecuarista Garon Maia Filho, de 42 anos de idade, e de seu filho de apenas 11 anos de idade, que perderam a vida em um trágico acidente aéreo no sábado (29). Amigos e familiares prestaram suas últimas homenagens com aplausos, origamis e flores.



Recomendamos